Carajás Esporte

verde

No tie-break

Fluminense conquista vitória inédita e freia sequência do Praia Clube na Superliga

No tie-break, time carioca venceu a equipe mineira pela primeira vez na história e interrompeu série de oito vitórias seguidas das adversárias na competição

O Fluminense quebrou o tabu de nunca ter vencido o Praia Clube na noite deste sábado. Em 2h45 de partida, o time carioca venceu a equipe de Uberlândia por 3 sets a 2 no Ginásio Hebraica pela oitava rodada do returno da Superliga Feminina de vôlei. As parciais foram de 28/26, 19/25, 25/20, 15/25 e 15/10.

A oposta Ariane, do Fluminense, fez valer a “lei do ex” e foi eleita a melhor em quadra. A serva Uzelac, da equipe carioca, foi a maior pontuadora da partida.

Com a vitória, o Fluminense chega a 27 pontos e está no sexto lugar na classificação. O Praia, que teve interrompida a série de oito vitórias seguidas na Superliga, foi a 42 pontos e está na terceira colocação.

Agora, pela nona rodada do returno, na próxima quarta-feira, o Fluminense encara Blumenau às 18h30, no Ginásio Galegão. O Praia Clube recebe o Sesc-Flamengo às 21h na Arena Praia, em Uberlândia.

O primeiro set foi equilibradíssimo, no ponto a ponto, com as equipes se alternando à frente no placar. O Praia Clube perdeu a levantadora Claudinha por lesão no meio da parcial. O Fluminense, com Ariane virando as bolas, foi melhor no momento decisivo e fechou em 28/26, após ace da serva Uzelac.

O Praia começou impiedoso na segunda parcial. O time de Uberlândia impôs um ritmo forte com Kusnetsova no ataque e Adenízia nos bloqueios. A equipe de Uberlândia fechou em 25/19, após erro de ataque da ponteira Paula.

Na terceira parcial, o Fluminense forçou o saque com Uzelac e Camila Paracatu. O Praia Clube errou muito no início e ficou para trás no placar. O time carioca venceu o terceiro set por 25/20, após Uzelac explorar o bloqueio.

No quarto set, o Praia reagiu. Com boa variação de ataque, o clube mineiro foi superior e não deu brechas ao Fluminense. A central Lorena teve boa participação no meio de rede. O Praia fechou em 25/15, em ataque de Kuznetsova, que foi a maior pontuadora do set.

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas