Carajás Esporte

verde

Bruninho celebra o bronze mundial: “Estou muito orgulhoso”

Seleção chegou desacreditada, mas se superou e conquistou um lugar no pódio do torneio

Bruninho é campeão olímpico, campeão mundial pela seleção, e já ganhou todos os títulos que disputou por clubes tanto no Brasil, quanto na europa. Mas nem por isso entrou menos motivado neste domingo para disputar “apenas” a medalha de bronze do Mundial. Contra a Eslovênia, o capitão começou no banco, mas entrou ainda no primeiro set e ajudou a seleção a subir ao pódio.

Para o levantador, a medalha de bronze tem um valor muito grande para a seleção que chegou ao campeonato desacreditada pelos últimos resultados, mas que teve boas atuações e por muito pouco não esteve na final.

– Estou muito feliz com essa vitória. Estávamos dominando nos dois primeiros sets e acabamos tendo um apagão no terceiro. Mas o importante é que tivemos a participação de todos, fizemos um grande quarto set. Eu tentei dar minha contribuição em todos os fundamentos, tentei ser o mais completo possível e hoje deu certo. Estou muito orgulhoso deste time, vamos agora comemorar.

Esse é o sexto pódio seguido da seleção brasileira no Mundial masculino de vôlei. Nas últimas cinco edições, o Brasil chegou à final. Para o central Flávio, esse feito tem que ser muito comemorado, principalmente porque o time teve que superar muitos problemas de lesão antes e durante a competição.

– Estamos no pódio, um lugar que o Brasil deve sempre estar. Trabalhamos muito a temporada toda. Convivemos com lesões, viagens longas… Merecíamos. E o Brasil está entre os três melhores do mundo. Estou muito feliz pelo resultado. Foi um jogo incrível. Nos superamos a temporada toda, entramos com muita garra, e fomos coroados com esse bronze.

Fonte: GE

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas