Carajás Esporte

verde

HÁ 1 ANO ESTAVA NO BLOCO CIRUGICO

Etiene bate recorde na despedida do Finkel: “Há um ano eu estava no bloco cirúrgico”

Nadadora pernambucana conquista segundo ouro, quebra recorde brasileiro e conclui competição com trajetória emocionante, após um ano longe das piscinas por lesão no joelho

Etiene Medeiros se despediu do Troféu José Finkel com uma trajetória inesquecível. A nadadora voltou a competir após uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito, que a afastou das piscinas por um ano, e colecionou cinco medalhas durante a competição – encerrada neste sábado.

Etiene Medeiros comemora mais um ouro no José Finkel — Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Etiene Medeiros comemora mais um ouro no José Finkel — Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Na noite deste sábado, último dia de disputas, a pernambucana conquistou o seu segundo ouro na competição e bateu o recorde brasileiro nos 50m livre, com o tempo de 23.83 segundos. Esta também foi a terceira melhor marca da carreira da atleta.

hoje estou fazendo as melhores marcas sul-americanas, que é bem perto do que eu queria. A gente almeja muitas coisas. Quando eu estava na pior, eu queria o índice para ir ao Mundial, mas nem tudo a gente tem na mão. Eu tenho certeza que mergulhei todos os dias nessa piscina com muita força de vontade para estar na Austrália .”

– A nova geração precisa aprender que isso aqui é diversão, não é obrigação. Quando ficamos mais velhos, a gente vai ficando um pouco mais pressionado, mas é porque tem um propósito ali. Mas quando somos novos, não, tem que ser divertimento, e essa é a mensagem que eu deixo. Natação, esporte, é uma oportunidade, mas não é o resumo da nossa vida – desabafou.

Além dos recordes, a nadadora também teve o melhor índice técnico da competição e acumulou 922 pontos. Etiene se emocionou com a torcida, agradeceu o público presente, a família e reencontrou o seu primeiro treinador, João Reinaldo Nikita.

Apesar das conquistas, a atleta não conseguiu índice para o Mundial de Natação, que acontece em Melbourne, na Austrália, em dezembro. Apenas quatro atletas brasileiros garantiram a vaga na competição internacional: João GomesNicholas Santos, Fernando Scheffer e Leonardo Santos.

Fernando Scheffer comemora ouro e recorde sul-americano no José Finkel — Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Fernando Scheffer comemora ouro e recorde sul-americano no José Finkel — Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Fonte: GE

 

COMPARTILHE

Recomendado para você

CABEÇA FRIA
Abel põe “cabeça fria” à prova para não ficar fora de eventual final da Libertadores com o Palmeiras
PALMEIRAS
Por que Jhon Jhon é a melhor opção para substituir Dudu hoje
Guardiola
Guardiola rasga elogios a Rico Lewis, joia do City: “Um dos melhores que treinei”
ORIENTE MÉDIO
Moisés é liberado pelo Londrina após receber proposta de time do Oriente Médio