Carajás Esporte

verde

a todo vapor

Robinho encara com seriedade quadrangular da Série C: ‘São seis finais’

O Paysandu continua a todo vapor rumo à Série B. A equipe terminou a primeira fase na vice-liderança, empatado em 33 pontos com o primeiro colocado, o Mirassol, e o terceiro, o Figueirense. No atual formato da competição, o Papão terá agora seis jogos, precisando ficar em segundo colocado num grupo de quatro equipes. Para isso, o time treinado por Marcio Fernandes estreia na reta final contra o Vitória da Bahia, no domingo, 21, fora de casa.

Pensando no grande objetivo, que é o retorno à Segundona, o atacante Robinho tranquilizou a torcida. Tido por muitos como seis decisões, inclusive por ele, o jogador demonstrou confiança no acesso. Segundo o profissional, a equipe está desde o início da temporada trabalhando em volta da classificação.

“Encaro como seis finais, sabendo que serão jogos difíceis, mas que temos totais condições de vencê-los. Estamos nos preparando forte para isso”, afirma Robinho.

O atleta ficou afastado dos gramados por cinco rodadas na Série C devido a uma lesão muscular. Segundo Robinho, o desempenho poderia ter ajudado ainda mais o Paysandu na terceira divisão. Apesar disso, o jogador marcou dois gols em 16 jogos, entrando 11 vezes desde o início das partidas. Ainda na opinião do atacante, o tempo parado o ajudou a melhorar a parte mental.

“Eu fiz uma boa primeira fase. Claro, se não fossem minhas lesões, teria ajudado mais a nossa equipe dentro de campo. Entretanto, faz parte, pois é um processo. Melhorar mais a minha cabeça, saber o momento certo de passar a bola para o jogador finalizar, além de ter mais tranquilidade no terço final do campo”, analisa o atacante do Paysandu.

Fonte: RomaNews

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas