Carajás Esporte

verde

flamengo

Ramon, do Flamengo, lamenta morte de ciclista e diz que respeitava a velocidade no momento do acidente

Acidente culminou na morte de Jônatas Davi dos Santos, de 30 anos, na noite de sábado

Envolvido em acidente fatal que vitimou Jônatas Davi dos Santos, de 30 anos, na noite de sábado, o lateral-esquerdo Ramon lamentou a morte do ciclista em nota publicada neste domingo.

Ramon, de 20 anos, alegou que dirigia dentro da velocidade permitida no momento do acidente, ocorrido às 20h35 de sábado. O jogador também informou que já está em contato com a família de Jônatas para prestar solidariedade e arcar com eventuais custos do sepultamento.

Ramon foi para a 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, onde prestou depoimento, sendo liberado em seguida. Ele chamou a ambulância e solicitou o atendimento à vítima, um ciclista entregador de aplicativo. O jogador estava acompanhado de uma mulher no momento do acidente.

Carro de Ramon, lateral do Flamengo, após acidente que matou ciclista no Rio — Foto: Divulgação
Carro de Ramon, lateral do Flamengo, após acidente que matou ciclista no Rio — Foto: Divulgação

Confira a nota abaixo:
“Primeiramente preciso lamentar o trágico acidente no qual me envolvi na noite do último sábado (04), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Acidente este que acabou vitimando o sr. Jônatas Davi dos Santos.

Reafirmo o respeito às leis de trânsito e ressalto que estava dentro da velocidade permitida, quando fui surpreendido por Jônatas, que estava em uma bicicleta. Reforço que, logo após o acidente, acionei o socorro e permaneci no local prestando todo o auxílio e informações às autoridades. Em depoimento na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, me coloquei à disposição para colaborar com as investigações do caso.

Nesse momento de dor e sofrimento para todos os envolvidos, estou buscando forças para auxiliar em tudo o que for necessário a família da vítima. Estamos em contato com a família do Jônatas para dar o suporte necessário e colaborar com possíveis despesas do sepultamento. É um momento de muita tristeza e comoção, mas também é um momento de respeito e amor ao próximo. Vamos passar por isso juntos”.

O empresário de Ramon, Ulisses Jorge, fez coro ao cliente e afirmou que a família de Jônatas terá todo suporte necessário.

– Primeiro quero lamentar o fato e dizer que estamos todos muito tristes com a fatalidade. Eu estava fora do Rio de Janeiro, e assim que fui informado, voltei imediatamente. Estamos ao lado do Ramon passando força e juntos em oração pelo Jônatas. Quero prestar toda solidariedade aos familiares e amigos do Jônatas nesse momento em que todos nós estamos sofrendo. Estou empenhado em fazer contato com a família para dar todo suporte necessário. Estamos todos muito abalados e sofrendo com esse trágico acontecimento. Mesmo tendo sido uma fatalidade, família do Jônatas não ficará desemparada – completou Ulisses.

COMPARTILHE

Recomendado para você

CABEÇA FRIA
Abel põe “cabeça fria” à prova para não ficar fora de eventual final da Libertadores com o Palmeiras
PALMEIRAS
Por que Jhon Jhon é a melhor opção para substituir Dudu hoje
Guardiola
Guardiola rasga elogios a Rico Lewis, joia do City: “Um dos melhores que treinei”
ORIENTE MÉDIO
Moisés é liberado pelo Londrina após receber proposta de time do Oriente Médio