Carajás Esporte

verde

BOM PARA O PORCO

Internacional empata e Palmeiras fica mais próximo do título

Verdão volta a abrir 10 pontos na liderança e restam apenas cinco rodadas para o fim do Brasileirão

Após um primeiro tempo abaixo da crítica, o vice-líder Internacional reagiu e empatou com o Coritiba por 1 a 1 neste domingo (23), no Couto Pereira, pela 33ª rodada do Brasileirão.

O empate fora de casa foi ruim para o Colorado pois deixou o Palmeiras mais próximo do título. Com o resultado, o Inter foi a 61 pontos – 10 a menos que o líder do campeonato, que agora só tem mais 15 pontos (5 rodadas) em disputa. Caso o Inter volte a tropeçar na próxima rodada, o time de Abel Ferreira poderá até ser campeão.

Os gols do empate foram marcados de cabeça e por dois zagueiros. Luciano Castán abriu o placar no primeiro tempo para o Coxa, e Vitão deixou tudo igual para o Inter na etapa final. Um resumo do que foi o jogo, com cada time dominando um tempo.

Agora, o Inter volta a campo na próxima quarta (26), contra o Ceará, no Beira Rio. Já o Coritiba, que foi a 35 pontos e está na 15ª colocação, pega o Fortaleza no mesmo dia, no Castelão.

O Inter começou acuado pelo Coritiba. Nos primeiros 15 minutos, quase não passou do meio de campo e teve muita dificuldade na saída de bola. Mas quando chegou pela primeira vez, aos 18 minutos, quase abriu o placar com Alan Patrick. Ele arrancou em contra-ataque e chutou forte e no canto para boa defesa de Gabriel. O lance, porém, não acordou o time, que logo depois saiu atrás do placar em cobrança de escanteio. Depois do gol, o Inter até adiantou suas linhas e passou a ter mais a bola, mas continuou sem poder de criação no meio de campo e não levou perigo. Primeiro tempo ruim do Colorado.

O Coritiba começou pressionando o Internacional e forçando muitos erros do rival. Nos primeiros 15 minutos, o Coxa chegou com perigo duas vezes, atacando sempre com seis ou sete jogadores e levantando a torcida no Couto Pereira. Alef Manga, pela esquerda, infernizava a zaga colorada, quando a estratégia do abafa inicial deu certo aos 23 minutos. Trindade cobrou escanteio com perfeição, e Luciano Castán subiu mais alto que o zagueiro Vitão para testar às redes. Daí em diante, o Coxa reduziu o ritmo, mas continuou levando perigo e não levou nem susto.

No segundo tempo, O Inter voltou mais organizado e equilibrou o jogo. Chegou ao empate com Alemão aos 6 minutos, mas o VAR anulou o gol porque entendeu que Pedro Henrique, que estava impedido, interferiu no lance. Aos 14 minutos, porém, o Colorado empatou de fato em jogada aérea. Alan Patrick bateu falta na intermediária, e o zagueiro Vitão cabeceou na medida. O gol mudou o roteiro do jogo, e o Inter foi superior ao Coxa no segundo tempo.

O Coritiba sendo pressionado e o Inter em cima. Os visitantes empataram aos 14 minutos, mas poderiam até ter virado a partida, porque o VAR já tinha anulado um gol de Alemão onde os donos da casa contaram com a sorte. Vendo a queda de ritmo e de rendimento da equipe, Guto Ferreira trocou Boschilia por Régis e Bernardo por Juan Diaz. E os dois que entraram quase retomaram a vantagem do Coxa, mas Diaz finalizou mal bola na medida servida por Régis.

Fonte: DOL

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas