Carajás Esporte

verde

I Copa Comped

I Copa Comped estreia com futebol para cegos

A 14ª Semana de Luta Pelos Direitos da Pessoa com Deficiência em Parauapebas tem realizado diversas programações, entra elas o Futebol de Cegos, que estreou a I Copa Comped na última quinta-feira, 22, numa realização da Coordenadoria Municipal da Pessoa com Deficiência.

Parauapebas recebeu o Clube de Futebol para Cegos do Pará (CFCP), do município de Ananindeua, que acabou vencendo o campeonato.

O jogo de futebol para cegos também é chamado de “futebol de cinco”, já que traz muita influência do futebol de salão. Como o próprio nome diz, as equipes são formadas por cinco jogadores, de modo que quatro jogadores atuam na linha e um como goleiro.

Em competições não oficiais, os jogadores da linha podem ou não serem cegos totais. No sentido de proporcionar igualdade de condições, todos eles devem usar uma venda. A exceção é para o goleiro, que sempre terá cegueira parcial: sua função, além de defender as bolas atacadas contra o seu time, é de atuar como guia do time.

Por outro lado, nas competições de cunho oficial, os quatro jogadores de linha deverão pertencer à classificação de cegueira total, de modo que a única função permitida ao portador de deficiência visual parcial é a de goleiro.

O atacante Vilanilson Oliveira, da seleção Comped, não escondeu a felicidade em ter disputado o campeonato. “A gente como atleta gosta muito de estar competindo, jogando. Pra gente é um motivo de alegria estar participando desse momento. Infelizmente, não ganhamos dessa vez, mais o importante é competir”, disse ele.

O Futebol para Cegos vem se destacando e mostrando para sociedade a importância de uma sociedade inclusiva. “O esporte em si já é uma quebra de barreira. E nós estamos aqui participando dessa semana de luta e quebrando mais essa barreira aí, mostrando pra sociedade que o deficiente, seja ele visual, físico ou auditivo, pode estar incluído no esporte”, destacou o artilheiro Ronaldo Silva, da seleção CFCP de Ananindeua.

Texto: Nívea Lima / Ascom – PMP

Foto: Elienai Araújo / Ascom – PMP

Assessoria de Comunicação – PMP

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas