Carajás Esporte

verde

Grêmio

À procura de lateral-direito, Grêmio planeja utilização de Léo Gomes em 2022

Jogador tem apresentação marcada para dia 10 de janeiro com restante do grupo e está em condições físicas após sequência de cirurgias no joelho direito

A busca por um lateral-direito segue incessante no mercado para o Grêmio. Ao mesmo tempo, porém, o clube gaúcho planeja a utilização de Léo Gomes, que não atua continuamente desde 2019, para o início da próxima temporada.

O lateral foi liberado para férias antecipadas naquele movimento feito pela diretoria na reta final do Brasileirão, no fim de novembro. Mas está dentro dos planos do clube, conforme apurou o ge. Além disso, Léo Gomes está liberado para atividades sem restrições.

O jogador deve se reapresentar no dia 10 de janeiro com o restante dos companheiros. E a ideia é colocá-lo em ação após as cirurgias feitas no joelho direito.

A diretoria gremista prevê uma pré-temporada longa, com 28 dias, para colocar o elenco no nível físico esperado. A intenção é dar ritmo de jogo a Léo Gomes no Gauchão, já que ele não atua com frequência desde 2019, quando sofreu uma lesão no ligamento cruzado posterior do joelho direito.

Enquanto isso, o clube também procura opções no mercado. Negocia em duas frentes: com o São Paulo, por Orejuela; e Michel Macedo, que ficará livre no mercado ao final da temporada após atuar emprestado pelo Corinthians ao Juventude.

O Tricolor teve duas baixas na posição e por isso corre atrás de reforços. O clube optou por não renovar com Rafinha e negociou Vanderson ao Monaco por 11 milhões de euros (R$ 70,8 milhões).

Retorno no time de transição

Leonardo Gomes voltou a jogar em setembro de 2021 pela equipe sub-21 do Grêmio na campanha do título do Brasileirão de Aspirantes. A primeira partida foi a vitória sobre o Ceará, com 65 minutos em campo.

Atuou outras duas vezes em outubro, uma pela mesma competição na vitória sobre o Avaí, e outra em jogo da Copa FGF, torneio estadual do segundo semestre, na vitória sobre o Riopardense.

Depois, manteve a rotina de treinos regular com o restante dos companheiros até a liberação antecipada para férias.

Naquela ocasião, o vice de futebol Denis Abrahão afirmou que não colocaria o lateral para atuar pelo longo período afastado e o caráter decisivo das partidas, diante da iminência do rebaixamento.

(GE GLOBO)

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas