Carajás Esporte

verde

SELEÇÃO BRASILEIRA

A lista de até 55 nomes da Seleção será aberta? E a de 26? Saiba o que diz o regulamento da Copa

Tite queria tornar pública relação que será enviada dia 21, para evitar vazamentos, mas é demovido de ideia. Pré-relacionados não vão obedecer proporção por posição dos 26 convocados finais

A lista de até 55 nomes da Seleção para a Copa do Catar será fechada. Em série de reuniões para definições importantes para a Copa do Mundo, o técnico da seleção brasileira masculina, Tite, foi demovido da ideia de divulgar os até 55 nomes que vai enviar para a Fifa no dia 21 de outubro.

Para evitar efeitos de vazamento, como aconteceu em 2018 (quando eram 35 nomes), o treinador defendeu na coletiva de imprensa de convocação dos amistosos contra Gana e Tunísia, de setembro, que gostaria de soltar logo todos os nomes da pré-lista e torná-la pública. Mas isto não vai acontecer.

Aliás, a própria Fifa também mudou de ideia sobre a divulgação da lista. O regulamento alterado prevê que a lista de até 55 nomes não seja divulgada. A Fifa só torna pública, evidentemente, a lista dos 26 convocados, que precisa ser entregue até o dia 14 de novembro.

Em reta final de observações, Tite e a comissão vão ter outubro intenso. Vai haver vistoria em Turim, depois vão às finais da Copa do Brasil e, no final do mês, o técnico e cia embarcam para a Europa, para acompanhar atletas relacionados da lista provisória

Na ocasião em que Tite disse que queria divulgar a lista, o coordenador da seleção principal Juninho Paulista já havia brincado com o treinador e pedido calma sobre a decisão de divulgar a lista. A lista final – dos 26 nomes – vai sair desses até 55 jogadores relacionados e publicação provocaria debates públicos e, claro, midiáticos sobre as escolhas de Tite e da comissãoO que a Seleção quer evitar.

Tite vai divulgar convocados da Seleção para a Copa em 7 de novembro — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Tite vai divulgar convocados da Seleção para a Copa em 7 de novembro — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O número de 55 é o limite para a lista, mas não é obrigatório o preenchimento total – por sinal, outra lista, a definitiva para a Copa, tem número mínimo de 23 e máximo de 26. Mas Tite já definiu que vai convocar os 26 nomes.

A lista provisória da seleção brasileira não vai obedecer necessariamente a proporção de posições da lista final de 26 – o que significa: se vai convocar três goleiros entre os 26 (correspondente a 11% do total), não serão seis goleiros entre os possíveis 55 (o que seria 11% também).

A ideia é relacionar jogadores “prontos para a Copa”, como se refere a equipe de Tite. A questão física vai ser decisiva para relacionar e cortar jogadores na lista a ser entregue em duas semanas

O que diz o regulamento?

 

O regulamento do Mundial do Catar da Fifa prevê que a chamada lista provisória – a do dia 21 de novembro com até 55 nomes – tenha as seguintes informações sobre os jogadores:

  • nome completo e apelido
  • nome na camisa
  • lugar e data de nascimento
  • número de passaporte e data de validade
  • nome e país do clube
  • altura, peso
  • número de convocações internacionais e de gols por seleção

Os 23 a 26 jogadores relacionados devem sair da lista provisória – aquela com até 55 nomes.

Desta vez, com a Copa no fim do ano, todos jogadores estarão liberados a partir de 13 de novembro. A apresentação da Seleção, em Turim, é dia 14 de novembro.

E se houver lesão?

 

As normas para a participação da Copa do Mundo têm regras específicas para casos de lesão. O regulamento diz o seguinte:

  • só poderá ser substituído o jogador relacionado na lista definitiva em caso de lesão ou caso de enfermidade grave 24h antes da estreia de cada seleção. Ou seja, no caso do Brasil conta até o dia 23 de novembro, pois a Seleção estreia dia 24 contra a Sérvia
  • neste caso, a substituição não precisa obedecer a regra dos até 55 nomes. Ou seja, pode ser convocado um jogador fora da lista provisória
  • para a substituição, a Comissão Médica da Fifa precisa receber certificado que comprove a lesão grave ou enfermidade no atleta
  • o jogador substituto herda o número da camisa do jogador cortado.

Fonte: GE

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas