Carajás Esporte

verde

Seleção Brasileira

Casemiro e Veiga elogiam trabalho de Fernando Diniz na Seleção Brasileira

Jogadores afirmam que adaptação tem sido fácil e o objetivo é apresentar um “futebol bonito”

O técnico Fernando Diniz vai estrear no comando da Seleção Brasileira nesta sexta-feira (8), às 21h45, no Mangueirão. Ele comandou treinos com o elenco escolhido para enfrentar Bolívia e Peru.

Casemiro e Raphael Veiga conversaram com a imprensa e disseram que Diniz tem feito um bom trabalho e que estão se adaptando ao estilo do comandante interino.

“Nós sabemos que cada treinador tem sua filosofia, suas qualidades, sua forma de jogar. O Fernando Diniz está nos mostrando vídeos, está nos dizendo como gosta de ver o time jogar. Já temos uma base que veio da Copa do Mundo. Não vai ser problema essa adaptação. O mais importante é que essa adaptação seja rápida”, disse Casemiro.

O atleta revelou um desejo do técnico “Ele nos pediu que possamos fazer o brasileiro voltar a ligar a TV para ter o prazer de ver a Seleção Brasileira”, afirmou.

Casemiro elogiou o trabalho de Fernando Diniz. / Vitor Silva / CBF

Veiga conhece Diniz de longa data. Eles trabalharam juntos no Audax e no Athletico-PR. “A gente já sabe o jeito dele, de priorizar a posse de bola, movimentação constante. Tem tudo para dar certo. Adaptação não acontece do dia para a noite. Mas não vai ser difícil. Todo mundo vai parar para escutar as ideias dele, são ideias novas. Seu maior mérito é criar homens e não pensar apenas em resultados dentro de campo.”

“Nosso objetivo é o de voltar a jogar um futebol bonito e isso leva a torcida a encher estádios, como vai ser no jogo com a Bolívia”, explicou o meia da Seleção Brasileira.

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas