Carajás Esporte

verde

CABEÇA FRIA

Abel põe “cabeça fria” à prova para não ficar fora de eventual final da Libertadores com o Palmeiras

Técnico chega pendurado com dois cartões amarelos para o jogo contra o Boca nesta quinta

Palmeiras não corre o risco de perder jogadores por suspensão por cartões amarelos em uma possível final da Conmebol Libertadores, mas ainda não sabe se terá o técnico Abel Ferreira.

O técnico chega pendurado com duas advertências ao jogo contra o Boca, nesta quinta, às 21h30 (de Brasília), no Allianz Parque, na segunda e decisiva partida da semifinal.

Abel Ferreira em treino do Palmeiras na Academia de Futebol — Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Abel Ferreira em treino do Palmeiras na Academia de Futebol — Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Caso seja advertido novamente, o português não poderá comandar o Verdão do gramado do Maracanã, no dia 4 de novembro, contra o Fluminense.

Abel recebeu cartões amarelos na fase mata-mata nos jogos contra o Deportivo Pereira, na Colômbia, e contra o Boca, na semana passada, em Buenos Aires. Ambas as advertências foram por reclamações com os árbitros.

Desde que chegou ao Brasil, em novembro de 2020, Abel já recebeu 54 cartões. Foram 46 amarelos e oito vermelhos.

Na última quarta-feira, Abel foi denunciado pelo STJD por gestos sugerindo que o Palmeiras foi roubado na derrota para o Grêmio, pelo Brasileirão, há duas semanas. Se for punido, o técnico pode pegar até seis jogos de gancho a serem cumpridos na competição nacional.

Entre os jogadores, o Palmeiras só terá desfalques por suspensão em caso de expulsão na partida desta noite. Nenhum jogador do elenco está pendurado com dois cartões amarelos.

Fonte: GE

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas