Carajás Esporte

verde

TRETA

Popó dispara após derrota de Aldo: “Não quero mais lutar com você, vai queimar meu nome”

Podcast "Mundo da Luta" traz participações de Acelino Popó Freitas e Hebert Conceição, e ainda analisa o UFC 278 com vitórias de Leon Edwards e Paulo Borrachinha, além da derrota de José Aldo

Na edição #199 do podcast “Mundo da Luta”, o boxe pediu passagem com as participações do tetracampeão mundial Acelino “Popó” Freitas e do campeão olímpico Hebert Conceição. Sob o comando do produtor Marcelo Russio e com as presenças do narrador Bernardo Edler e do produtor Zeca Azevedo, eles conversaram com os dois pugilistas e ainda analisaram o UFC 278, que terminou com a zebra na vitória de Leon Edwards contra Kamaru Usman. (Ouça no player abaixo a entrevista exclusiva com os dois lutadores).

Ouça direto:

Hebert Conceição: 0min07s a 14min13s
Popó: 14min14s a 60min02s
Análise do UFC 278: 60min04s a 82min12s

Na participação de Popó, ele comentou a luta prevista com a lenda do vale-tudo Pelé Landi-Jons no Fight Music Show 2, que acontece no dia 25 de setembro na Arena da Baixada, em Curitiba. Logo depois, em 27 de outubro, o lutador baiano de 46 anos luta em Miami com o argentino Marcos “El Chino” Maidana.

Mas Popó disparou mesmo foi contra o ex-campeão do UFC José Aldo, que no último sábado perdeu para Merab Dvalishvili no UFC 278. Os dois trocaram farpas logo depois da luta em que Popó venceu o humorista Whindersson Nunes, tendo desafiado Aldo na sequência. O lutador do UFC chamou Popó de velho e barrigudo em participações em programas de TV e podcasts.

– Não sei o porquê ele falou isso, não tinha mídia, não tinha luta programada. Quando desafiei ele no ringue, deveria agradecer: “se o cara me desafiou, o cara tetracampeão mundial de boxe me desafiou ao vivo, é porque sou bom, é porque sou o cara”. Não vou desafiar qualquer galinha morta ao vivo, com audiência lá em cima. Só que ele achou que isso foi uma ofensa. O que ele fez? Chegou no (programa de) Danilo Gentili e falou que eu era gordo, que eu não consegui derrubar Whindersson Nunes porque estava velho, e mentiu. Falei: “será que ele não viu a luta comigo e Whindersson Nunes?” Mas hoje, se ele quiser lutar, mesmo ele pagando e me convidando, depois dessa última luta dele, nunca vou lutar com ele. Se eu lutar com ele, vou me queimar.

Popó criticou a apresentação de Aldo no último sábado, quando foi presa fácil para o jogo agarrado do adversário georgiano. Com a derrota e o fim da sequência de três vitórias, o brasileiro caiu do terceiro para o sexto lugar no ranking peso-galo, ficando longe da disputa pelo título.

– Se ele me desafiar agora e armarem o Fight Music Show 3, Popó x José Aldo, não vou por dinheiro nenhum. A última luta que ele fez, se eu for lutar com ele vou me queimar de tão ruim que ele foi, de tão feia a luta que ele fez. Aquela ali não é a luta de um campeão, de um cara que passou dez anos com o título mundial, mais de dez anos invicto. Não vou nem a pau! José Aldo, desista, não quero mais lutar com você. Você agora para mim é bonito, já não é mais feio (risos). Não quero mais lutar com você, porque depois daquela luta que você fez só vai queimar meu nome.

Na participação de Hebert Conceição, o lutador baiano analisou a estreia no boxe profissional há duas semanas, e ainda falou da estreia nacional no profissional que fará na próxima sexta-feira. Ele encara Francisco Neves na Arena de Esportes da Bahia, em Lauro de Freitas, com transmissão ao vivo no Combate a partir de 20h.

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas