Carajás Esporte

verde

Patrício Pitbull domina Borics e mantém título dos penas

Líder da Pitbull Brothers tem atuação estratégica, não dá chances para húngaro e cogita descer para o peso-galo para buscar novo cinturão

Patrício Pitbull voltou a deixar claros os motivos de ele ser o maior lutador da história do Bellator. Neste sábado, na edição de número 286, em Long Beach (EUA), ele estendeu seu reinado no peso-pena (até 66kg) ao bater Adam Borics na luta principal por decisão unânime (48-47, 49-46 e 50-45). Detentor de inúmeros recordes, ele é o líder em número de lutas na história da organização (27), em número de lutas por cinturão (15), em vitórias valendo cinturão (12), em vitórias na companhia (22), em vitórias no peso-pena (21) e em vitória por interrupção do árbitro na história do Bellator (13, empatado com AJ McKee e Michael Chandler).

Patrício Pitbull venceu Adam Borics por decisão unânime (48-47, 49-46 e 50-45) — Foto: Getty Images

Patrício Pitbull venceu Adam Borics por decisão unânime (48-47, 49-46 e 50-45) — Foto: Getty Images

Se a atuação contra o húngaro não terminou com nocaute ou finalização como ele já fez outras vezes, não dá para negar que foi mais um seminário do brasileiro dentro do cage. Dominante desde o início da luta, ele neutralizou com maestria as tentativas de joelhadas voadoras do rival, não permitiu que Borics controlasse a distância usando sua vantagem de envergadura e mostrou superioridade na trocação e na luta agarrada para conseguir uma vitória tranquila, sem ser ameaçado em nenhum dos cinco rounds.

Patrício Pitbull venceu Adam Borics por decisão unânime (48-47, 49-46 e 50-45) — Foto: Getty Images

Patrício Pitbull venceu Adam Borics por decisão unânime (48-47, 49-46 e 50-45) — Foto: Getty Images

Vaiado desde sua entrada pelo público americano, o lutador reclamou dos torcedores presentes na arena após o anúncio do resultado oficial.

– Por que estão me vaiando? Eu sou o campeão, c***! Eu sou o maior de todos os tempos, c***! F***-se vocês todos! – disparou.

Questionado sobre qual seria seu próximo passo no Bellator, Patrício disse que esperava defender seu cinturão contra Aaron Pico, mas a promessa americana deslocou o ombro na derrota contra Jeremy Kennedy no mesmo evento. Com isso, ele cogitou descer para disputar o título do peso-galo (até 61kg), que atualmente tem Sergio Pettis como campeão linear, e Raufeon Stots como campeão interino.

– Eu estava pensando em Aaron Pico, mas ele deslocou seu ombro e agora não sei o que vai acontecer. Talvez eu desça para o peso-galo e pegue este cinturão também.

Resultados do Bellator 286:

CARD PRINCIPAL:
Patrício Pitbull venceu Adam Borics por decisão unânime (48-47, 49-46 e 50-45)
AJ McKee venceu Spike Carlyle por decisão unânime (29-26, 30-26 e 30-27)
Jeremy Kennedy venceu Aaron Pico por nocaute técnico aos 5min do R1
Juan Archuleta venceu Enrique Barzola por decisão unânime (triplo 30-27)
CARD PRELIMINAR:
Bobby Seronio III venceu Miguel Peimbert por decisão unânime (triplo 30-27)
Islam Mamedov venceu Nick Browne por decisão unânime (triplo 30-27)
Khalid Murtazaliev venceu Kadzhimurat Bestaev por nocaute técnico aos 3min02s do R2
Sumiko Inaba venceu Nadine Mandiau por decisão unânime (29-28, 30-27 e 30-27)
Weber Almeida venceu Ryan Lilley por decisão dividida (28-29, 29-28 e 29-28)
Lance Gibson Jr. venceu Dominic Clark por finalização a 1min49s do R1
Cee Jay Hamilton venceu Richard Palencia por nocaute técnico aos 2min12s do R2

Fonte: GE

 

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas