Carajás Esporte

verde

BRASIL EM VANTAGEM

Massaranduba perde, e Raoni Barcelos domina americano

Francisco Massaranduba sofre com maior envergadura de Randy Brown no co-evento principal do UFC Dern x Yan, neste sábado, em Las Vegas (EUA)

Francisco Massaranduba mostrou a vontade de sempre, mas não foi o suficiente para vencer Randy Brown no co-evento principal do UFC Dern x Yan, neste sábado, em Las Vegas (EUA). O brasileiro fez um bom terceiro round, mas foi superado nos dois primeiros e perdeu por decisão unânime (triplo 29-28).

Randy Brown venceu Francisco Massaranduba por decisão unânime (triplo 29-28) — Foto: Getty Images

Randy Brown venceu Francisco Massaranduba por decisão unânime (triplo 29-28) — Foto: Getty Images

Massaranduba mostrou dificuldade para entrar no raio de ação do jamaicano por conta da diferença de envergadura e apostava nos chutes baixos, mas, perto da metade do round, sofreu um knockdown. O brasileiro se recuperou rápido, encurtou a distância e colocou Brown para baixo mesmo após o adversário segurar a grade acintosamente, mas perdeu a posição ao tentar uma chave de braço. Nos segundos finais, o jamaicano ainda tentou um estrangulamento, mas não teve tempo para conseguir a finalização.

O segundo round transcorreu praticamente o tempo todo na trocação, com Brown controlando bem a distância. Apenas no minuto final que o brasileiro conseguiu encurtar para tentar a queda, mas não teve sucesso. O cenário parecia semelhante no último assalto, mas, com cerca de três minutos e meio para o fim, Massaranduba desequilibro o oponente com um chute baixo e aproveitou para ficar por cima no chão. Ele controlou Brown no solo, mas foi pouco contundente para quem estava em desvantagem após dois rounds.

Raoni Barcelos domina Trevin Jones

 

Depois de duas derrotas seguidas, Raoni Barcelos reencontrou o caminho das vitórias em grande estilo. Com uma performance dominante, o peso-galo não deu chances para Trevin Jones e venceu por decisão unânime (30-25, 30-27 e 30-27). O brasileiro pediu para lutar no card do Rio de Janeiro, dia 21 de janeiro.

Raoni Barcelos venceu Trevin Jones por decisão unânime (30-25, 30-27 e 30-27) — Foto: Getty Images

Raoni Barcelos venceu Trevin Jones por decisão unânime (30-25, 30-27 e 30-27) — Foto: Getty Images

Em pé a luta estava equilibrada, mas quando Raoni colocou para baixo, dominou o americano. Ele conseguiu a montada com facilidade, chegou a tentar finalizar com um Ezequiel e terminou o round no ground and pound, mas o rival resistiu. No segundo assalto, o brasileiro acertou boa joelhada voadora e, depois, conseguiu levar para o solo. Agressivo por cima, conectou golpes duros, mas Jones de novo aguentou até o fim do round. Nos cinco minutos finais, o dominio de Barcelos se manteve, desta vez na trocação na maior parte do tempo.

Willycat consegue virada improvável

 

Na melhor luta do card preliminar, Daniel Willycat mostrou que coração é quesito obrigatório na Chute Boxe/Diego Lima, equipe na qual também treina Charles do Bronx. Depois de ser dominado por John Castañeda com direito a dois knockdowns, o brasileiro reagiu no segundo round e conseguiu o nocaute aos 4min28s com uma joelhada no clinche. Foi sua primeira vitória no Ultimate em duas lutas.

Daniel Willycat venceu John Castañeda por nocaute aos 4min28s do R2 — Foto: Getty Images

Daniel Willycat venceu John Castañeda por nocaute aos 4min28s do R2 — Foto: Getty Images

 

O primeiro round foi complicado para o brasileiro, que levou dois knockdowns, mas sobreviveu no chão. Em pé, WIllycat levou muitos golpes, porém, mostrou coração e não deixou de atacar, garantindo um combate empolgando nos cinco minutos iniciais. Depois do castigo no primeiro assalto, o brasileiro cresceu, acertou bons golpes, e Castañeda passou a dar os primeiros sinais de cansaço. Na reta final, Willycat foi preciso com as mãos, balançou o rival e levou a um surpreendente nocaute após uma joelhada.

Netto BJJ nocauteia após joelhada voadora

 

Netto BJJ entrou no octógono pressionado por duas derrotas nas últimas lutas, mas teve ótima atuação. O peso-leve (até 70kg) mostrou que bom nível na trocação no ataque e na defesa e conseguiu o nocaute técnico aos 3min08s do segundo round contra Jesse Ronson após acertar bonita joelhada voadora.

Netto BJJ venceu Jesse Ronson por nocaute técnico aos 3min08s do R2 — Foto: Getty Images

Netto BJJ venceu Jesse Ronson por nocaute técnico aos 3min08s do R2 — Foto: Getty Images

 

O primeiro round foi equilibrado até a reta final, quando Netto BJJ conectou uma combinação com direito a joelhada voadora que deixou o rival desnorteado, mas o americano foi salvo pelo gongo. No segundo assalto, o brasileiro conseguiu ser efetivo mais cedo, novamente com duas belas joelhadas que levaram Ronson ao solo. Com o adversário caído, ele terminou o serviço no ground and pound.

Outros destaques

 

O evento foi movimentado desde o início. Logo na primeira luta, o argentino Guido Cannetti, de 42 anos, mostrou que ainda tem lenha para queimar e surpreendeu o favorito Randy Costa ao finalizar com um mata-leão no primeiro assalto e embalar sua segunda vitória seguida. Pouco depois foi a vez de Chelsea Chandler nocautear Julija Stoliarenko, também no primeiro round.

Guido Cannetti venceu Randy Costa por finalização à 1min04s do R1 — Foto: Getty Images

Guido Cannetti venceu Randy Costa por finalização à 1min04s do R1 — Foto: Getty Images

 

Na sequência, Brandon Allen mostrou muita técnica e velocidade no solo para encaixar um mata-leão em Krzysztof Jotko em outro confronto encerrado no round inicial. Pelo card principal, Sodiq Yusuff precisou de apenas 30 segundos para finalizar Don Shainis com uma guilhotina.

UFC Dern x Yan
1º de outubro de 2022, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL:
Yan Xiaonan venceu Mackenzie Dern por decisão majoritária (48-47, 48-47 e 47-47)
Randy Brown venceu Francisco Massaranduba por decisão unânime (triplo 29-28)
Raoni Barcelos venceu Trevin Jones por decisão unânime (30-25, 30-27 e 30-27)
Sodiq Yusuff venceu Don Shainis por finalização aos 30s do R1
Mike Davis venceu Viacheslav Borshchev por decisão unânime (30-26, 30-26 e 29-28)
CARD PRELIMINAR:
Daniel Willycat venceu John Castañeda por nocaute aos 4min28s do R2
Ilir Latifi venceu Alexey Oleynik por decisão unânime (triplo 30-27)
Netto BJJ venceu Jesse Ronson por nocaute técnico aos 3min08s do R2
Brendan Allen venceu Krzysztof Jotko por finalização aos 4m17s do R1
Chelsea Chandler venceu Julija Stoliarenko por nocaute técnico aos 4min15s do R1
Guido Cannetti venceu Randy Costa por finalização à 1min04s do R1

Fonte: GE

 

COMPARTILHE

Recomendado para você

CABEÇA FRIA
Abel põe “cabeça fria” à prova para não ficar fora de eventual final da Libertadores com o Palmeiras
PALMEIRAS
Por que Jhon Jhon é a melhor opção para substituir Dudu hoje
Guardiola
Guardiola rasga elogios a Rico Lewis, joia do City: “Um dos melhores que treinei”
ORIENTE MÉDIO
Moisés é liberado pelo Londrina após receber proposta de time do Oriente Médio