Carajás Esporte

verde

Kayla Harrison nega que “fugiu” de Cyborg: “Não estava sob contrato”

Bicampeã da PFL faz desafio a campeã do Bellator: "Enfrento ela no estacionamento após minha luta com Holly Holm"

Em janeiro, o anúncio que Kayla Harrison assinou contrato com o UFC pegou alguns fãs de surpresa. Bicampeã na PFL, aguardava-se que a lutadora americana fizesse um acerto de contas com a brasileira Cris Cyborg, atual campeã peso-pena do Bellator. A própria Cyborg deu declarações e publicou posts acusando a bicampeã olímpica de judô de estar “correndo” da luta.

Nesta quarta-feira, a americana deu entrevista ao podcast “The MMA Hour” e foi perguntada sobre a questão. Ela jurou que não estava evitando a brasileira, com quem tem longo histórico de troca de provocações, porque seu contrato com a PFL já havia se encerrado.

– Não é verdade. Eu não tinha nenhuma luta restando no meu contrato. Não havia nada para evitar, porque eu não estava mais sob contrato. Eu estava aberta a estar sob contrato novamente, mas obviamente, as coisas se desenrolaram de outra forma – afirmou Harrison.

A lutadora americana assinou com o UFC e tem estreia marcada para abril, contra a ex-campeã Holly Holm. Pelas redes sociais, Cyborg se voluntariou a ajudar Holm na preparação para o duelo, e Kayla voltou a provocá-la por conta disso, como forma também de mostrar que não estaria “correndo”.

– Eu enfrento a Cris Cyborg depois do UFC 300 no estacionamento, já que ela provavelmente vai estar no córner da Holly. Podemos resolver lá se ela quiser. Mas ela é “uma profissional de verdade” – desdenhou a americana.

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas