Carajás Esporte

verde

LFA

Gabriel Mosquitinho vence Márcio Ticoto e vai disputar o cinturão peso-pena

Cearense quase foi nocauteado no primeiro round, mas se recuperou e deu a volta por cima

A luta que vai definir o próximo campeão peso-pena do LFA já está casada. Os postulantes são José Delano, que já havia garantido a disputa no final de setembro, e o ainda invicto Gabriel “Mosquitinho” Santos, vencedor da segunda semifinal, realizada nesta sexta-feira, em Cajamar-SP, na última edição do evento americano em solo brasileiro neste ano de 2022.

A vitória que credenciou Gabriel Mosquitinho veio em meio a uma guerra contra Márcio Ticoto, que quase definiu o combate com um nocaute no primeiro round. Todavia, Gabriel não se entregou, se recuperou e voltou disposto a definir. E assim o fez. Com 9 segundos do segundo assalto, ele mandou Ticoto à lona com um chute alto e emendou uma sequência de socos até a interrupção do árbitro.

Gabriel Mosquitinho comemora vitória sobre Márcio Ticoto no LFA 46 — Foto: Divulgação/LFA

Gabriel Mosquitinho comemora vitória sobre Márcio Ticoto no LFA 46 — Foto: Divulgação/LFA

Agora confirmada, porém sem data definida, a luta entre José Delano e Gabriel Mosquitinho coloca frente a frente dois lutadores completos, que podem definir em qualquer área e a qualquer momento. Delano possui 12 vitórias em 14 lutas, com quatro nocautes e três finalizações. Com o triunfo desta sexta, Gabriel chegou a nove vitórias em nove lutas, com quatro finalizações e dois nocautes.

Na penúltima luta da noite, Felipe Buakaw dominou Rangel Anaconda nos três rounds e garantiu a 19ª vitória na carreira, a quarta de forma consecutiva. Uma luta antes, Jean Matsumoto passou por Inaildo Santos, também por decisão unânime, mantendo um cartel perfeito de 12 vitórias em 12 lutas. O nocaute mais rápido da noite foi de Manuel Minoto, aos 21 segundos de luta, sobre Allan Oliveira.

O LFA retorna ao Brasil em 2023. Em 2022, foram cinco eventos realizados, sendo dois no Rio de Janeiro, dois no estado de São Paulo (Caraguatatuba e Cajamar) e um em Recife, este que foi o maior da história da organização, com direito a um público de cerca de 10 mil pessoas. Ao todo, foram 122 oportunidades distribuídas em 61 lutas promovidas ao longo do ano.

Resultados oficiais do LFA 46

 

Gabriel Mosquitinho venceu Márcio Ticoto por nocaute aos 0:09 do R2
Felipe Douglas venceu Rangel de Sá por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-27)
Jean Matsumoto venceu Inaildo Santos por decisão unânime (29-28 x 3)
Carlos Prates venceu Moacir Rocha por nocaute aos 4:15 do R1
Felipe dos Santos venceu Hugo Paiva por decisão unânime (29-28 x 3)
Luana Santos venceu Waleska Sousa por decisão unânime (30-27, 30-26, 30-25)
Danilo Adreani finalizou Yan Teixeira (cross-face) aos 2:46 do R2
Janaína Silva venceu Nayara Hemily por decisão unânime (30-27 x 3)
Julia Polastri venceu Bianca Sattelmayer por nocaute técnico aos 0:51 do R3
Reginaldo Júnior finalizou Marcos Zinhani (mata-leão) aos 2:21 do R1
Levi Rodrigues venceu Leonardo Genuíno por nocaute técnico aos 2:32 do R1
Manuel Minoto venceu Allan Oliveira por nocaute técnico aos 0:21 do R1
Gabriela Fujimoto venceu Gabrielle Campelo por nocaute técnico aos 2:37 do R3

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas