Carajás Esporte

verde

SEM AFOBAÇÃO

Alexa Grasso diz que prefere outra luta principal antes de disputar título

Após vencer Vivi Araújo na luta principal deste sábado, mexicana diz que aguarda o resultado de Katlyn Chookagian x Manon Fiorot, no UFC 280, para definir seu próximo passo

Depois de superar Vivi Araújo de forma dominante na luta principal do UFC Grasso x Araújo, neste sábado, em Las Vegas (EUA), Alexa Grasso alcançou seu quarto resultado positivo consecutivo e já começou a ser questionada sobre uma disputa de cinturão na sequência. Com os pés no chão, a mexicana declarou em coletiva de imprensa após o evento que prefere fazer outro confronto de cinco rounds antes de encarar a campeã do peso-mosca (até 57kg), Valentina Shevchenko.

– Enfrentei um grande desafio. Espero que possa fazer isso de novo. Queria poder ter outra luta principal com uma destas garotas, talvez a vencedora (de Katlyn Chookagian x Manon Fiorot) ou uma destas que estão no topo. Gostaria de me testar de novo por 25 minutos antes (de lutar pelo cinturão), mas se tiver que ir para o cinturão, farei isso – explicou, apontando para o duelo que acontecerá no próximo sábado, no UFC 280, como um possível alvo.

Alexa Grasso venceu Viviane Araújo por decisão unânime (50-45, 49-46 e 49-46) — Foto: Getty Images

Alexa Grasso venceu Viviane Araújo por decisão unânime (50-45, 49-46 e 49-46) — Foto: Getty Images

 

Ao analisar o confronto entre Chookagian x Fiorot, números 1 e 7 no ranking da divisão até 57kg, a quinta colocada da categoria disse sentir-se na semifinal de uma competição.

– É uma luta importante. Estou definitivamente esperando para assistir esta luta. Quero assistir. Sempre penso sobre este resultado porque, se Manon vence, ela terá cinco vitórias seguidas, que é mais do que eu tenho. Mas se Chookagian vence, ela também tem vencido. É uma luta importante, estou empolgada para assistir. Como disse antes, nós estamos mais ou menos na semifinal, então é importante. Tenho que esperar (para tomar a decisão sobre a próxima luta).

Apesar de deixar clara a preferência por fazer mais uma luta antes de ter a oportunidade pelo cinturão, Grasso deixou seu futuro nas mãos do matchmaker do UFC, Mick Maynard.

COMPARTILHE

Recomendado para você

CABEÇA FRIA
Abel põe “cabeça fria” à prova para não ficar fora de eventual final da Libertadores com o Palmeiras
PALMEIRAS
Por que Jhon Jhon é a melhor opção para substituir Dudu hoje
Guardiola
Guardiola rasga elogios a Rico Lewis, joia do City: “Um dos melhores que treinei”
ORIENTE MÉDIO
Moisés é liberado pelo Londrina após receber proposta de time do Oriente Médio