Carajás Esporte

verde

DE VIRADA DENOVO

São Paulo bate o Corinthians de virada pelo NBB

Tricolor começa mal, mas se recupera, vence o rival e segue na briga pelo topo da tabela

O torcedor do São Paulo já deve estar se acostumando com os sustos que time dá no NBB. Depois da virada contra o Pinheiros, a equipe tricolor foi buscar mais uma reviravolta no placar para bater o Corinthians, no clássico deste sábado. Depois de levar quase dois minutos e meio para achar o caminho da cesta, e de estar perdendo por dez pontos de diferença, o Tricolor se achou em quadra e acabou com uma vitória tranquila por 78 a 72.

A dupla Bennett e Elinho foram os pilares do São Paulo no jogo. O primeiro, marcou 18 pontos e o segundo 14. O cestinha do jogo, porém, foi do Corinthians. Thomas fez 28. O dois lances mais curiosos do jogo foram do Timão. Mãozinha, logo no início, deu uma enterrada tão forte que entortou o aro. Foi preciso consertar para seguir a partida. Onwenu, no último segundo de jogo, achou uma cesta de muito longe e marcou três pontos improváveis.

São Paulo bate o Corinthians pelo NBB — Foto: Reprodução / instagram São Paulo

São Paulo bate o Corinthians pelo NBB — Foto: Reprodução / instagram São Paulo

Na tabela

 

Com o resultado, o São Paulo se consolidou na terceira posição, com quatro vitórias em cinco jogos, ao lado do Bauru, que tem a mesma campanha. O Corinthians caiu para oitavo lugar, ao lado do Paulistano. Ambos têm três vitórias em seis partidas.

Próximos jogos

 

O São Paulo volta a jogar no dia 17, contra o Bauru, em casa. O jogo será às 19h15 e terá transmissão do sportv2. O Corinthians encara o Pato, fora de casa, no dia 18, às 19h30.

Mãozinha quebra o aro. São Paulo vira

 

O jogo começou meio parado com as duas equipes tendo dificuldades de chegar à cesta. Melhor para o Corinthians que, com mais de dois minutos jogados, vencia por 5 a 0. Aliás, foi nesse momento que uma cena curiosa aconteceu. Mãozinha deu uma enterrada e acabou danificando o aro, que precisou ser acertado para a partida continuar. Quando o São Paulo finalmente acertou uma cesta pelas mão de Bennett, o jogo ficou melhor. O Timão começou liderando as ações. Com duas cestas nos lances livres, Onwenu abriu dez para os visitantes (18 a 8). Mas o Tricolor foi buscar e, em cesta de Elinho, deixou tudo igual (18 a 18). Faltando dez segundos para o fim do primeiro quarto, Betinho acertou uma cesta de três e botou o São Paulo pela primeira vez na frente do placar: 21 a 20.

O São Paulo voltou em um ritmo muito forte para o segundo quarto e enquadrou o Corinthians. Com cesta de Tyrone, o time da casa abriu seis pontos (32 a 26). A vantagem tricolor ficou ainda maior coma cesta de três de Coelho, faltando dois minutos para acabar o primeiro tempo (40 a 31). Os dois times ainda conseguiram uma cesta cada e parcial acabou com o São Paulo na frente: 42 a 33.

Tricolor atropela no fim

 

Os dois times voltaram para segundo tempo mais equilibrados. O Corinthians tentava tirar a diferença, mas o São Paulo conseguia responder. Thomas, de três, diminuiu para seis a vantagem do adversário (48 a 42). Mas o jogo seguiu meio igual e o Tricolor conseguiu recuperar a vantagem de nove pontos com uma cesta de dois de Bennett no fim do quarto: 54 a 45.

Em vantagem, o São Paulo pareceu voltar para o último quarto disposto a liquidar a fatura o mais rápido possível. Se no primeiro quarto levou quase três minutos para fazer a primeira cesta, nesse, precisou de quarenta segundos para fazer cinco e abrir catorze de vantagem: 59 a 45. A partir daí, o Corinthians ficou nervoso em quadra e o Tricolor foi abrindo. Bennett, de novo, achou mais uma cesta e fez 65 a 47. O Corinthians foi para o tudo ou nada na base da raça, Onwenu achou uma cesta espírita de muito longe no último segundo, mas a vantagem do São Paulo já era muito grande e a vitória estava garantida: 78 a 72.

Fonte: GE

 

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas