Carajás Esporte

verde

Oscar Schmidt ganha gibi em homenagem aos 35 anos da conquista do Pan-Americano

Revista em quadrinhos relembra a histórica conquista de Indianápolis 1987, na vitória sobre os Estados Unidos, por 120 a 115

Oscar Schmidt agora está nos quadrinhos. Em homenagem aos 35 anos da medalha de ouro no Pan-Americano, o herói daquela conquista ganhou um registro em HQ da campanha vitoriosa, que terminou com um triunfo até então inesperado sobre os Estados Unidos.

A narrativa do gibi Oscar e o Pan de 87, da Memorabília do Esporte e da Ultimato Bacon, é do própria camisa 14. A revista ainda tem textos dos jornalistas Álvaro José e Sidney Gusman e do ex-jogador Marcelinho Machado. O roteiro é de Milena Azevedo, com desenhos de Isaque Sagara e cores de Thaynan Lana, Bernardo Spengler e Rodrigo Matos. Ao todo, são 100 páginas e 1.000 exemplares.

“Aquela foi a melhor seleção brasileira em que joguei”, disse Oscar. “Falo por tudo que construímos: pela amizade, pela união, comprometimento, respeito, por tudo que vivemos juntos. A revista ficou linda, conta de um jeito muito especial uma história que precisa ser lembrada sempre. São 35 anos… Naquele dia, mudamos o jogo. Aquela medalha de ouro mudou a história do basquete para sempre.”

Com Oscar, Marcel, Israel, Gerson e Guerrinha, o time treinado pelo técnico Ary Vidal chegou à final contra os Estados Unidos, em Indianápolis, em 23 de agosto de 1987. A seleção da casa, que tinha o pivô David Robinson, que viria a ser campeão da NBA pelo San Antonio Spurs, era a favorita, mas perdeu por 120 a 115.

 

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas