Carajás Esporte

verde

deu papão

Em jogo épico, Paysandu vence o Remo e conquista o tricampeonato paraense de basquete

Com uma virada espetacular na partida e no playoff, o Paysandu Sport Club sagrou-se tricampeão paraense de basquete na categoria adulto masculino, ao vencer o Clube do Remo no último jogo por 70 a 67, no ginásio da Universidade do Estado do Pará (Uepa), na noite desta terça-feira, 21. Foi o 37º título bicolor, contra 28 do rival.

Em uma partida muito acirrada desde o início, o Papão teve de correr atrás do placar em boa parte do jogo, tanto que só foi ter a liderança pela primeira vez no confronto no último período.

Os dois primeiros quartos foram bem complicados para a defesa, já que o adversário usava muito a infiltração no garrafão. Nos dois últimos tempos, o técnico Márcio Kantack conseguiu arrumar em partes os problemas defensivos, mas o Paysandu ainda não conseguia encostar no placar.

A três minutos do fim do confronto, o Papão perdia por uma diferença de dez pontos, mas conseguiu virar o jogo quando faltavam um minuto e dez segundos para o encerramento da partida, contando com boas atuações de Alexandro e Michel Santos.

O ala-armador Michel festejou bastante a conquista da taça. “Estávamos com um revés de 3 a 1 na série, mas a torcida nunca deixou de acreditar na gente. E ganhar um título em cima do Remo, que é sempre aquele jogo pegado, é muito importante e muito gostoso”, ressaltou.

O técnico Márcio Kantack comentou sobre as adversidades que o grupo enfrentou, mas que foram superadas para a conquista do título paraense 2021. “Foi muito difícil. Vínhamos de um revés de 3 a 1 na série, alguns atletas pegaram virose e estávamos perdendo por dez pontos faltando três minutos. Mas nós nunca desistimos, procuramos acreditar em cada um. Quero agradecer à torcida e à diretoria do Paysandu por ter confiado e acredito no nosso trabalho, porque tudo isso é fruto de muito suor”, destacou o treinador.

(ROMA NEWS)

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas