Carajás Esporte

verde

Brasil erra último arremesso e é derrotado pela Argentina na final da Copa América de Basquete

Seleção teve chance nos segundos finais, mas bola de Lucas Dias não caiu; Argentinos chegam ao tri da competição com vitória por 75 a 73 no ginásio Geraldão, no Recife

A Copa América de Basquete voltou ao Brasil após 38 anos, mas a festa, ao final das contas, foi da Argentina. Na decisão disputada na noite deste domingo, no ginásio Geraldão, no Recife, a Seleção conseguiu uma reação que parecia histórica e, em final dramático, teve o último arremesso do jogo, mas a bola de três pontos de Lucas Dias não caiu. Os hermanos venceram por 75 a 73, chegando ao tricampeonato e adiando o sonho do penta brasileiro.

Os argentinos tiveram dois primeiros quartos de superioridade, em que abriram vantagem com bom aproveitamento da linha de três pontos. Depois de uma “sacudida” no intervalo, o Brasil voltou melhor e conseguiu uma reação que o fez virar o placar no último quarto. No entanto, a Argentina voltou à ficar à frente e pontuou com o cestinha da Copa América, Gabriel Deck, e a bola brasileira no fim ficou no aro.

Deck foi o cestinha do jogo, com 20 pontos, e eleito o MVP da competição. Laprovittola, com 15, e Campazzo, com 13, também se destacaram pelos campeões. No Brasil, Benite terminou com 18 pontos, e Huertas e Yago tiveram 11 cada.

Argentina vence brasil na final da Copa América de Basquete, no Recife — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Argentina vence brasil na final da Copa América de Basquete, no Recife — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Primeiro quarto

 

Argentina iniciou o jogo acertando quatro bolas de três pontos, e os arremessos do Brasil não caíam. Dessa forma, os adversários abriram 14 a 4 e técnico Gustavo de Conti pediu tempo. Após entrada de Yago, a seleção deu uma melhorada e estancada no ritmo argentino, mas não conseguiu emplacar uma reação consistente.

A artilharia argentina do perímetro seguiu forte (6 de 13), e do lado brasleiro apenas uma bola de três pontos, com Lucas Mariano. Dessa forma, a seleção finalizou o quarto perdendo de 26 a 14.

Brasil x Argentina, pela final da Copa América de Basquete — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Brasil x Argentina, pela final da Copa América de Basquete — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

 

Segundo quarto

 

O Brasil voltou com uma bola de três de Benite para dar moral e levantar o torcedor no Geraldão. Com algumas jogadas bem trabalhadas, a diferença foi reduzida para 23 a 30, mas a Argentina voltou a acertar arremessos de três pontos e emendou infiltrações na defesa brasileira, aumentando o placar para 40 a 25.

Assim como no primeiro quarto, o esboço de reação esbarrou nos erros da linha de três pontos – foram apenas 3 arremessos certos de 14 tentativas. Do outro lado, os argentinos mantiveram-se pontuando, principalmente após boa distribuição de bola que achava o jogador melhor posicionado. A vantagem adversária no intervalo foi de 48 a 38.

Terceiro quarto

 

O Brasil voltou muito melhor no terceiro quarto e trouxe competitividade à partida. Cinco bolas de três pontos caíram, a defesa melhorou e os jogadaores pegaram rebotes ofensivos. A seleção esteve a três pontos no placar em pelo menos quatro oportunidades, mas não conseguiu empatar.

Benite foi o que mais cresceu no quarto, chegando a 15 pontos no jogo. Com duas bolas do perímetro acertadas. Na argentina, os principais pontuadores estancaram, mas Laprovittola chamou a responsabilidade, chegando a 13 na partida. Placar de 67 a 60 para os visitantes.

Quarto quarto

 

Bola de três no início diminuiu diferença pra 67 a 65. Depois empate em cesta de Léo Meindl após rebote ofensivo, que colocou fogo no ginásio. Virada brasileira para 70 a 69 após bola de três pontos de Lucas Dias no canto e, a partir daí, tensão a cada posse de bola.

Bola de três de Lucas Dias colocou Brasil na frente 73 a 71, e depois de erro argentino, Yago não conseguiu acertar. Campazzo deu bela assistência para Delia empatar em 73 a 73.

Após arremesso errado de Benite, posse argentina e cesta de Gabriel Deck para botar Argentina na frente por 75 a 73 com 16 segundos restando no placar. Tempo brasileiro pedido. Na volta, a jogada foi em Lucas Dias, que estava quente nos arremessos de três, mas a bola não caiu e a Seleção não conseguiu pegar o rebote. Vitória da Argentina.

Taça da Copa América de Basquete, no ginásio Geraldão, antes de Brasil x Argentina — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Taça da Copa América de Basquete, no ginásio Geraldão, antes de Brasil x Argentina — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Fonte: GE

COMPARTILHE

Recomendado para você

alegria
Autor de dois gols no último jogo, Esli quer “transmitir alegria” quando entra em campo
invicto
Com derrota da Tuna, Paysandu é o único invicto do Campeonato Paraense
FPF
Caeté e Águia repudiam ataque racista contra o atacante Fidelis
Parazão
Júlio foca em “corrigir erros” da Tuna para reverter vantagem do São Francisco no jogo de volta das quartas